sexta-feira, 13 de outubro de 2017

Informa-te! - EBAR

No âmbito da promoção das literacias de informação e dos média, a biblioteca da EBAR disponibiliza, junto aos computadores, uma lista de sites recomendados, entre jornais, revistas e ebooks:

terça-feira, 10 de outubro de 2017

Trabalhos na BE - EBAR

Na semana passada, um conjunto de alunos dos 5ºA e 5ºC realizou trabalhos na biblioteca, implicando pesquisa digital e em livros.

Para ilustrar o resultado, aqui está uma fotografia de uma original rosa dos ventos:

Mês Internacional das Bibliotecas Escolares - EBAR

Outubro é o mês internacional das bibliotecas escolares. Vamos comemorar?

segunda-feira, 2 de outubro de 2017

Dia Mundial da Música – EBAR

Dia 1 de outubro comemora-se o Dia Mundial da Música. A Biblioteca preparou uma mostra de livros relacionados com o tema e sugere a beleza da inspiração musical através da frase de Nietzsche: “A vida sem música seria um erro”. É bem verdade…



Mês do Idoso - EBAR

A propósito do dia do idoso, que se comemora a 1 de outubro, celebramos o mês do idoso convidando os alunos a escrever características sobre os seus avós. A ternura vai sendo inscrita neste papel... A par disso, o “tempo de ler” sugere a leitura da obra “A minha avó Felicidade” de Carlos Canhoto.
Boas leituras!



segunda-feira, 18 de setembro de 2017

Literacias da Informação e dos Média - EBAR



Neste início de ano letivo, os alunos encontram, em diversos espaços da biblioteca,  indicações no que respeita às literacias da informação e dos média, intituladas "Como realizar um trabalho de pesquisa?" e "Navega em segurança".

No primeiro caso, as indicações baseiam-se no modelo “Big 6”, orientando os alunos através dos seguintes tópicos:

1. Definição da tarefa.
2. Estratégias de procura da informação.
3. Localização e acesso.
4. Uso da informação.
5. Síntese.
6. Avaliação.

No que diz respeito aos média, as indicações orientam para a sua utilização responsável e segura, remetendo ainda para ligações de sites úteis, jogos, questionários e vídeos sobre o tema.

Bons trabalhos!







terça-feira, 12 de setembro de 2017

Início do ano letivo 2017-2018 na EBAR

Começámos o ano letivo com as receções aos 5º e 7º anos de escolaridade.

Um bando de pássaros coloridos voou até à entrada da Biblioteca, orientando os alunos para os livros...

A equipa da Biblioteca dá as boas-vindas a todos os alunos e deseja à comunidade educativa um excelente ano letivo.




quarta-feira, 14 de junho de 2017

Bichos, bichezas e bicharocos - e-book

A primeira versão da obra Bichos, bichezas e bicharocos está terminada! Trata-se de um e-book construído no âmbito do projeto "Nós na BE, porque ler faz a diferença", orientado pela Professora Helena Barreto, a partir de uma parceria entre alunos da Escola Básica André de Resende e da Escola Lassana Cassamá da Guiné Bissau.




http://issuu.com/helena-barreto/docs/bichos__bichezas_e_bicharocos__5__c



sábado, 3 de junho de 2017

Joana Benzinho - Afetos com Letras

No dia 1 de junho tivemos o prazer de receber, via skype, a visita da Dr.ª Joana Benzinho. Na sala polivalente da biblioteca da EBAR, os alunos do 5º C e do 8ª A colocaram-lhe algumas questões. Aqui fica o registo, pelos próprios alunos, deste momento que se revelou tocante e enriquecedor.


1 – Quem é a Joana Benzinho?
Eu nasci em Portugal, em Pombal, e estudei Direito em Coimbra. Agora trabalho na Comissão Europeia. Um dia fui passar férias à Guiné-Bissau e, sensibilizada com a pobreza das crianças, decidi dedicar-me a ajudá-las para terem uma educação melhor.

2 - O que a levou a fazer o que faz? Porquê na Guiné?
Eu fui para a Guiné, porque tinha ido para lá passar férias. Quando ia a passear, reparei numa criança que estava a vender um cacho de bananas para ganhar dinheiro para a família, para conseguir matricular-se na escola e comprar um caderno e uma caneta. Eu quis dar o dinheiro à criança, mas disse-lhe para ficar com as bananas. Ela disse que não, pois os pais iriam bater-lhe, porque pensariam que ela tinha roubado. Percebi as razões da criança e levei o cacho fazendo uma criança feliz. Então decidi criar o projeto «Afetos com letras».

3 - Qual a razão para o nome «Afetos com letras»?
Chama-se «Afetos com letras», porque queríamos ajudar as crianças dando-lhes afeto e carinho a partir da leitura e da escrita.

4 - Como é a vida das crianças na Guiné?
Desde pequenas, as crianças ajudam os pais a apanhar arroz. As meninas ajudam nas tarefas domésticas e a descascar o arroz.
Para tomarem banho utilizam um balde com água de um poço. Os que têm a sorte de ir à escola, têm de levar um banco de casa para se poderem sentar e ali comem a sua refeição do dia que é garantida pela escola.
A vida das crianças é feliz porque é perto da natureza e não têm as distrações que nós temos.

5- Há quanto tempo desenvolve este projeto?
A «Afetos com letras» começou em 2008, no dia 24 de setembro, por isso faz nove anos, mas em 2009 é que começou a ganhar vida, ou seja, a ajudar efetivamente as crianças na Guiné Bissau.

6 – Qual o trabalho desenvolvido com as crianças?
Numa das escolas apoiadas por nós começámos a fazer uma cozinha com um fogão novo, construímos uma biblioteca, demos alimentos às crianças. Ajudamos o Lar de Bétel, muitas das crianças desse orfanato frequentam as nossas escolas.
  
7- Quantas crianças já foram ajudadas por «Afetos com letras»
São ajudadas cerca de mil crianças por dia, fora as instituições. Nós damos medicamentos ou remédios para os hospitais e quando alguma criança está doente e os pais não têm dinheiro suficiente para comprar o remédio, os médicos podem dar de graça o remédio.

8 - O que mudou desde que a Afetos Com Letras chegou à Guiné?
Quando a Afetos Com Letras chegou à Guiné, mudaram muitas vidas, principalmente, a das mulheres e a das crianças: começaram a ir à escola, assim poderão vir a ter um futuro melhor, aprenderão a ler e a escrever e terão uma educação melhor. Para além disso tudo, a «Afetos Com Letras» ofereceu três debulhadoras de arroz que ajudaram muito, porque o que demorava cinco dias a fazer agora demora cinco minutos. Assim, as meninas que tinham de faltar à escola para ajudar as mães a debulhar o arroz já não faltam à escola.

9 - Como podemos continuar a ajudar a “Afetos com letras”?
Em setembro, virá a Portugal um contentor com capacidade de oito toneladas. Nesse contentor poderão colocar material escolar, brinquedos, livros, comida (enlatados, leite em pó, arroz, massas, feijão e grão secos, entre outros), pastas e escovas de dentes. Poderão também dar uma ajuda monetária.

quinta-feira, 11 de maio de 2017

Final do concurso "Leituras na Planície"

Alunos dos 1º, 2º e 3º ciclos do nosso Agrupamento estiveram presentes na final do Concurso "Leituras na Planície", que decorreu na Escola Secundária Severim de Faria, no dia 9 de maio. Todos eles estão de parabéns porque leram muito bem!


Concurso do Logotipo

Os logotipos das bibliotecas das escolas de 1º ciclo e da EBAR já foram escolhidos. Os júris depararam-se com muitos trabalhos de grande qualidade, pelo que agradecemos a colaboração dos professores que ajudaram os alunos nesta iniciativa e damos os parabéns a todos os participantes.

Os trabalhos vencedores foram os seguintes:


Dinis Catarino - 4ºA da Escola Básica do Rossio de S. Brás

Susana Gomes - 4ºano da Escola Básica do Bairro da Câmara

Rachel Costeira - 6º E da Escola Básica André de Resende

quarta-feira, 3 de maio de 2017

Gatapum na EBAR

No dia 3 de maio, de manhã, o Gatapum (grupo de teatro da Escola Secundária André de Gouveia) veio à biblioteca da Escola Básica André de Resende apresentar a peça "O Drama dos Livros". O que aconteceria se os livros falassem? E não será que falam?!

100 anos de histórias aos quadradinhos - EBAR

A sala polivalente da biblioteca da Escola Básica André de Resende parece outra! Acolhe, de 2 a 12 de maio, uma exposição de banda desenhada com tiras em português, francês e inglês. Vem visitá-la!












25 de abril - Escola Básica do Bairro da Câmara

Ainda a propósito das comemorações do 25 de abril, o Professor Manuel Branco esteve na BE da EB do Bairro da Câmara, para uma animada conversa sobre o tema, com os alunos do 4ºano. Obrigada, uma vez mais, Professor Manuel Branco.


Rita Taborda Duarte e Pedro Proença no JI Garcia de Resende

A escritora Rita Taborda Duarte e o ilustrador Pedro Proença estiveram no JI Garcia de Resende. No encontro estiveram também os alunos do JI de Sto. António.